0

Semana da Amamentação 2012 -



AMAMENTAR, UM GESTO DE AMAR E SACIAR....

Amamentar é um ato de solidariedade, de não competitividade, de respeito, de amor. O leite materno não é comercializado, ele é um alimento que vai diretamente do peito da mãe para o bebê, livre do domínio do capital. A amamentação a cada mamada é uma fonte renovável de amor, de alimento, não precisa de mamadeiras, de gastar energia para produzir e ferver mamadeira, todos os bebês podem ter acesso à amamentação. Amamentação é econômica ao reduzir o uso de alimentos industrializados, mamadeiras, bicos, remédios, produções desnecessárias de latas e artefatos. O leite materno é renovável e sua produção não gera empacotamento, desperdício, nem poluição. Reduz o desmatamento para a criação de gado leiteiro, e o leite materno é benéfico para a saúde do bebê, da mãe e do nosso planeta.


Se você está amamentando e tem leite sobrando, ou conhece alguém que esteja nesta situação, pode dar sua contribuição doando leite materno ou falando sobre a doação. Muitas mulheres ficam em dúvida se tirarem leite para doar faltará para seus bebês. Isso não é verdade! Quando tiramos leite estimulamos nosso peito a produzir, ou seja, quem doa leite produz muito mais!
Para doar, você pode procurar o Banco de Leite Humano mais próximo e doar no local, ou se cadastrar como doadora. Para buscar um Banco de Leite Humano para saber informações. Ao se cadastrar como doadora, você irá receber folhetos explicativos orientado todos os cuidados necessários para garantir a qualidade do leite. Resumidamente, são eles:
1) Esterelize o vidro para coleta. O vidro indicado para este fim deve ter tampa de plástico, tipo de café solúvel ou de algumas marcas de maionese. O vidro e a tampa devem ser fervidos durante 30 minutos e depois colocados virados para baixo para escorrerem sobre um pano de prato limpo. Ao secarem completamente, estão prontos para uso.
2) Prenda seu cabelo com uma touca e utilize uma máscara ou uma fralda amarrada no rosto.
3) Lave bem as suas mãos e também os peitos. Seque com uma toalha limpa.
4) A coleta de leite deve ser feita, preferencialmente, através de ordenha manual.
5) Quando acabar a coleta, coloque o vidro com o leite no freezer com uma etiqueta marcando a data de coleta. Se o vidro não estiver completamente cheio, sem problemas. Você pode continuar coletando leite e colocando por cima do que já está congelado, até atingir uma quantidade que fique dois dedos abaixo da tampa. Não se esqueça de reservar um vidro para fazer essa coleta para completar o anterior. Esse leite pode ficar no freezer por no máximo 15 dias até ser doado.
Participe! A maior satisfação de ser doadora é saber que estamos contribuindo na recuperação da saúde de um bebê.


Saiba como resolver os problemas da amamentação
Certos cuidados na amamentação podem prevenir problemas como rachaduras no bico do peito, seios empedrados e outros.
Por isso é importante:

- O bebê pegar corretamente a mama.
 - Lavar os mamilos apenas com água, não usar sabonetes, cremes ou pomadas. Não é necessário lavar os mamilos sempre que o bebe for mamar.
 - Retirar um pouco do leite para amaciar a aréola (parte escura do peito) antes da mamada se a mama estiver muito cheia e endurecida.
 - Conversar com outras mulheres (amigas, vizinhas, parentes, etc.) que amamentaram bem e durante bastante tempo seus bebês. 

Dificuldades na amamentação:

Rachaduras no bico do peito
 - As rachaduras podem ser sinal de que é preciso melhorar o jeito do bebê pegar o peito.
 - Se o peito rachar, a mãe pode passar seu leite na rachadura.
 - Se não houver melhora, é bom procurar ajuda no serviço de saúde.
Mamas empedradas
- Quando isso acontece, é preciso esvaziar bem as mamas.
- A mãe não deve deixar de amamentar; ao contrário, deve amamentar com frequência, sem horários fixos, inclusive à noite.
- É importante retirar um pouco de leite antes da mamada para amolecer a mama e facilitar para o bebê pegar o peito.
- Se houver piora, a mãe deve procurar ajuda no serviço de saúde.
Pouco leite
 - Para manter uma boa quantidade de leite, é importante que a mãe amamente com frequência. A sucção é o maior estímulo à produção do leite: quanto mais o bebê suga, mais leite a mãe produz.
 - É importante, também, dar tempo ao bebê para que ele esvazie bem o peito em cada mamada.
 - Se o bebê dorme bem e está ganhando peso, o leite não está sendo pouco.
 - Se a mãe achar que está com pouco leite, deve procurar orientação no serviço de saúde. 

Leite fraco
- Não existe leite fraco! Todo leite materno é forte e bom. A cor do leite pode variar, mas ele nunca é fraco.
- Nem todo choro do bebê é de fome. A criança chora quando quer aconchego ou sente algum desconforto. Sabendo disso, não deixe que idéias falsas atrapalhem a amamentação.
 - É importante acreditar que a mãe é capaz de alimentar o filho nos primeiros seis meses só com o seu leite.

0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Gagueira

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”