0

Treinar a memória pode aumentar a inteligencia!!!


A memória de trabalho é o tipo de memória que permite ao cérebro manter ativas as representações de informações que acabaram de sair de sua frente, como um número de telefone ou a forma do objeto que você procura. Graças a ela, você tem continuidade ao lidar com o mundo e resolver problemas, sem esquecer o que estava fazendo segundos atrás.
Cientistas cognitivos consideram a memória de trabalho um componente chave da inteligência e há evidências de que o exercício da memória de trabalho melhora outras habilidades cognitivas, como o raciocínio e a resolução de problemas. Num estudo publicado no ano passado, concluiu-se que jogos para o cérebro podem melhorar o raciocínio abstrato em crianças e ainda ter efeito meses após o treinamento, mas também descobriram algumas limitações.
O estudo colocou 32 crianças do ensino fundamental durante um mês num programa rigoroso de jogos computadorizados desenvolvidos para testar, desafiar e fortalecer a memória de trabalho. Outras 30 crianças treinaram num outro programa computadorizado que envolvia responder perguntas de conhecimento geral e vocabulário.
Os jogos de memória de trabalho necessitavam que as crianças acompanhassem e lembrassem uma sequência de posições numa matriz e, logo em seguida, respondessem perguntas sobre ela. Quando uma criança ia bem num jogo, a próxima sequência ficava mais longa, desafiando ainda mais a habilidade da criança de guardar em sua memória a sequência e informações espaciais.
O programa necessitava da atenção total da criança por até um minuto e enfatizava a habilidade de filtrar as distrações para focar numa única tarefa. A criança precisava lembrar onde e em qual ordem os itens apareciam na tela, depois fazer o caminho inverso para responder as informações corretamente. Se a criança perdesse algum detalhe, não conseguiria concluir o exercício.
Ao final do mês de treinamento as crianças passaram por um teste de raciocínio abstrato, também conhecido como inteligência fluida. Os pesquisadores inicialmente encontraram pouca diferença no teste de inteligência entre o grupo do treinamento da memória de trabalho e o de conhecimentos gerais. Apesar de várias crianças que treinaram a memória terem desempenhado melhor neste teste, seu grupo não havia se tornado mais inteligente que o outro grupo.
Foi então que os pesquisadores se aprofundaram nos dados e notaram um padrão muito claro. As crianças que mais aumentaram de desempenho no treinamento de memória de trabalho também foram aquelas que tiveram o melhor desempenho no teste de inteligência fluida. E mesmo três meses depois, elas ainda estavam melhores. Ou seja, a melhora de desempenho em memória de trabalho indicava claramente um aumento de inteligência.
Os pesquisadores concluíram que o treinamento cognitivo pode funcionar e ter efeito de longo prazo, mas que existem fatores limitantes que devem ser considerados para avaliar os efeitos do treinamento, um dos quais é a diferença individual de desempenho. A certeza é tanta que eles propõem que pesquisas futuras investiguem não mais se esse tipo de treinamento funciona, e sim quais regimes e condições de treinamento resultam nos melhores efeitos de transferência.

www.cerebromelhor.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Gagueira

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”