0

Parceria entre Dermatologia e Fonoaudiologia acaba com as rugas sem cremes nem cirurgias


Estudos  apontam que as rugas diminuem com a concientizaçao dos movimentos dos musculos da face
Um trabalho conjunto entre a dermatologista Carolina Ferolla, mestre e doutora pela Universidade de São Paulo - USP e a fonoaudióloga Silvia Regina Pierotti, Mestre em Distúrbios da Comunicação, apontam resultados inovadores na luta contra as rugas.

A parceria das duas médicas começou a partir do atendimento a pacientes com disfunção miofuncional orofacial.

Percebeu-se que pacientes encaminhados pelo ortodontista, em razão de alterações do sistema estomatognático, acabavam ganhando também melhora do ponto de vista estético. Muitos deles apresentavam tensão exagerada dos músculos mímicos, assimetria, articulação exagerada durante a fala, deglutição com contração da musculatura perioral e hábitos orais que, além de prejudicar o equilíbrio entre forma e função, influenciavam de forma negativa a estética da face.

As duas profissionais observaram que muitas rugas de expressão poderiam ter sido evitadas ou atenuadas com o trabalho de conscientização sobre as contrações musculares inadequadas, que se repetem diversas vezes durante a fala, a     mastigação, a deglutição e a respiração. Fazendo uma avaliação minuciosa, garante-se um diagnóstico preciso sobre os aspectos funcionais e estéticos, possibilitando um trabalho interdisciplinar, afirma a dermatologiasta Carolina Ferolla.

Atuação Fonoaudiológica

A atuação fonoaudiológica, na estética da face, busca prevenir, adequar e reequilibrar os músculos da mímica facial, crânio cervical e das funções orofaciais que podem estar alterados pelo envelhecimento, por atividade muscular excessiva e ou por distúrbios orofaciais e cervicais. Este trabalho proporciona ao indivíduo uma aparência mais saudável, com expressões mais suaves e esteticamente hamoniosas; resultando em um melhor funcionamento de todo o complexo orofacial e cervical.

Muitas vezes, o aparecimento das rugas pode estar relacionado às alterações miofuncionais e posturais. Os movimentos oculares, a mastigação, a deglutição e a fala ocorrem com muita freqüência em nosso dia-a- dia e, se estes forem realizados de forma inadequada, podem contribuir significativamente no aparecimento precoce de marcas de expressão indesejadas.

Avaliação

Nesta situação mais informal, onde o paciente não se sente avaliado, a caracterização dos movimentos mímicos, da postura habitual, respiração, deglutição de saliva, articulação da fala, voz e coordenação entre as funções, também podem ser constatados os movimentos mímicos exagerados. É também durante a avaliação que eventualmente podemos presenciar algum tipo de hábito oral como, por exemplo, o apertamento dental, ou morder lábios e bochechas. Algumas relações emocionais também podem ser notadas. Todas estas observações devem ser anotadas como parte fundamental da avaliação, explica a fonoaudióloga.

A postura corporal deve ser observada desde a sala de espera, tanto sentado como em pé e andando até o consultório. Analisa-se a tensão do pescoço, a postura da cabeça e ombros em relação à simetria e hiperextensão anterior ou posterior e assimetrias. Quando necessário, encaminha-se para uma avaliação postural.

Prosseguindo, observa-se na face a fisionomia, que seria o resultado das expressões habituais. Isso dá uma idéia de como o indivíduo usa sua face para se comunicar. Na análise facial, verifica-se a existência ou não de tensão muscular constante e, possíveis hábitos como os de morder ou umedecer os lábios.

Com o diagnóstico concluído, apresenta-se para o paciente as alterações encontradas, suas possíveis causas e a conduta a ser realizada. Algumas vezes é preciso estabelecer a hierarquia dos tratamentos, em outras, o uso combinado  produzirá o efeito estético mais desejado finaliza fonoaudióloga Silvia Regina Pierotti.

Tratamento

O tratamento, inicialmente deverá ter um enfoque maior na queixa principal do paciente, pois sabe-se, que o trabalho terá uma evolução mais rápida quanto maior for o seu interesse. À medida que vai observando as mudanças, ele estará mais envolvido com o trabalho terapêutico.

A conscientização é fundamental, pois o nosso tratamento é uma reeducação e exige do paciente uma participação ativa no processo terapêutico, explica a Drª Carolina Ferolla. Ao analisarmos juntos a sua filmagem muitas vezes o indivíduo se surpreende com sua forma de falar, de deglutir e mastigar. É neste momento, que o dinamismo muscular torna-se consciente. Será feito um trabalho proprioceptivo, objetivando o seu maior autoconhecimento.

A reeducação funcional deverá ser incorporada em seu dia-a-dia levando a automatização dos novos padrões. Por meio de massagens, manobras de alongamento e exercícios isotônicos e isométricos dos músculos da face, da língua, da mastigação, dos supra e infra-hióideos e cervicais, vão atuar diretamente na musculatura, aumentando a oxigenação dos tecidos, trazendo o reequilíbrio muscular.  
 Por Dra. Carolina Ferolla - Dermatologista

0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Gagueira

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”