0

Tontura causada por ansiedade!



É comum a tontura vir acompanhada de ansiedade. Se alguém está com ansiedade, 
a tontura pode ocorrer. Por outro lado, a tontura pode levar à um processo de 
ansiedade. O sistema vestibular é responsável pela sensação do posicionamento do 
corpo no espaço. Ele é composto pela orelha interna de ambos os lados, áreas 
específicas do cérebro e nervos que  fazem esta conexão. Este sistema é 
responsável pela sensação de tontura quando alguma coisa não está certa. Alguns 
cientistas acreditam que esta área interage com outras áreas do cérebro que são 
responsáveis pela ansiedade, causando então, ambos os sintomas. 
A tontura que acompanha ansiedade é normalmente descrita como sensação de 
atordoamento ou sensação de estar enjoado(a). Pode existir uma sensação de estar 
girando. Você também pode sentir que está oscilando mesmo estando parado(a). 
Lugares como mercados, shoppings ou espaços grandes ao ar livre podem causar 
sensação de desequilíbrio. Estes sintomas são causados por mudanças físicas 
legítimas dentro do cérebro. Se existir uma anormalidade no sistema vestibular, a 
tontura pode ser o resultado. Se já houver uma tendência para a ansiedade, a 
tontura proveniente do sistema vestibular e a ansiedade podem interagir e tornar os 
sintomas piores. Normalmente a ansiedade e a tontura são tratadas em conjunto 
visando uma melhora.  

Cientistas estão começando a entender melhor como a tontura e a ansiedade estão 
relacionadas, e algumas idéias de tratamento estão sendo desenvolvidas. Existem 
alguns Fonoaudiólogos experientes que estão tratando  pacientes com ansiedade e 
tontura com sucesso. 
O foco da terapia é fazer com que o sistema vestibular trabalhe o melhor possível, 
reduzindo os sintomas de tontura causada por ambientes que levam o paciente a se 
sentir ansiosos. Os pacientes aprendem  a desenvolver estratégias para lidar com a 
tontura e controlar os sintomas através da  exposição. Exposição é provocar os 
sintomas associados à atividade realizada, iniciando em doses pequenas, com 
descanso entre elas. Através do entendimento de como o sistema vestibular 
funciona e em quais situações e quais movimentos que provocam sua tontura, 
você vai aprender a lidar melhor com a situação.

Existe alguma coisa que pode ser feita? 
Além de tratar a componente tontura, a componente ansiedade talvez possa 
requerer tratamento medicamentoso. A grande parte do tratamento da ansiedade é 
realizada através de aconselhamento psicológico, terapia comportamental e 
medicação. O médico pode recomendar uso de medicação por tempo limitado, 
para que então a ansiedade seja mais bem controlada, tornando desta forma a 
Fonoterapia mais tolerável. 


0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Consciência Fonológica em crianças de 3 anos pelo Método das Boquinhas

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”