2

Ceceio anterior! O que significa isso? Você fala como o Lula, ex presidente?


Com certeza você já ouviu falar em "língua presa". Quando o presidente Lula assumiu este tema    rondou vários artigos. Hoje gostaria de retomar este assunto.
   Na verdade, o que as pessoas chamam de língua presa tem o nome de ceceio. O ceceio é uma    distorção na fala em decorrência de uma alteração na postura da língua que se projeta entre os    dentes ou se apóia nestes. A projeção pode ser anterior ou lateral e ocorre principalmente na    produção dos fonemas /s/ e /z/. Pode estar relacionada ao tônus (força) da língua ou a maus    hábitos como chupar dedo ou chupeta e alimentação muito pastosa e mole para a idade.
   Caso o tônus e/ou a postura da língua não sejam trabalhados esta projeção continuará a existir    inclusive nos adultos. Alguns casos podem melhorar com o desenvolvimento da mandíbula    que pode acomodar melhor a língua. Às vezes esta projeção pode também alterar a arcada    dentária (como já mencionei no artigo de dezembro de 2004).
   Sei que muitos não dão importância a isto, mas para pessoas que pensam em trabalhar em    profissões em que a fala é um instrumento importante e apresentam ceceio é necessário    procurar por atendimento já que em geral para quem está ouvindo às vezes a alteração chama    mais atenção do que o que está sendo dito seja pela língua que aparece entre os dentes quanto    pelo chiado na fala.
   Apesar do visual chamar bastante atenção, no rádio e no telefone o escape de ar vai direto para    o microfone e pode até ressaltá-lo. Caso haja dúvida do quanto este ceceio interfere na clareza    da fala um bom recurso é gravar-se falando espontaneamente. O chiado certamente aparecerá.
   O tratamento fonoaudiológico para o ceceio é através de exercícios que devem ser feitos todos    os dias. A dedicação é fator fundamental para que o tratamento tenha resultado já que os    exercícios melhorarão a força da musculatura e a posição da língua.
   O tempo de tratamento depende de diversos fatores e às vezes com uma pequena melhora a    pessoa acha que não precisa mais do atendimento e o abandona. Esta atitude só acarretará na    necessidade de uma nova intervenção. Qualquer dúvida sempre deve ser discutida com o    fonoaudiólogo. Apenas o profissional poderá dizer quando é o momento da alta.
   Gostaria de lembrar aos mais envergonhados que o fonoaudiólogo trabalha com pessoas de    todas as idades, inclusive adultos. Então, não tenha vergonha de procurar um profissional se o    ceceio te incomoda.

2 comentários:

sweetdream disse...

Gostaria muito de entrar em contato com a senhora!!

Túlio Cardoso disse...

Sou estudante de Direito possuo CECEIO ANTERIOR sofro com isso principalmente em apresentações.

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Gagueira

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”