0

Atendimento Fonoaudiológico e Psicopedagógico em Dificuldades na Aprendizagem

Nada adiantaria se, no processo corretor o fonoaudiólogo ou o psicopedagogo ensinasse simplesmente o conteúdo escolar: Isto é função do professor particular. O fonoaudiólogo e o psicopedagogo vai através do lúdico (brincadeiras e jogos) estimular a criança a desenvolver suas funções cognitivas, afetivas, emocionais e sociais, para receber o aprendizado de forma tranquila e satisfatória. Através de jogos e brincadeiras, a criança vai adquirindo subsídios para receber a aprendizagem formal. Os jogos e brincadeiras são específicos a cada paciente, levando em conta suas dificuldades, nível cognitivo, idade cronológica e nível escolar.
O professor particular é muito eficiente quando a criança já possui estes subsídios para aprender, e somente necessita de um reforço da matéria; caso contrário, a criança vai necessitar eternamente de um professor particular, e mesmo assim não vai se sair bem, pois ele não tem a base cognitiva, afetiva, emocional e/ou social que necessita para obtenção da aprendizagem.
A brincadeira desempenha uma função vital para criança desenvolver-se em todos os aspectos; é um simbolimsmo que substitui palavras, expressando, através das experiências, a assimilar tudo que vive nas brincadeiras e jogos. Com jogos e brincadeiras, é possível observar e/ou desenvolver muita coisa a respeito da maturidade, inteligência, criatividade, organização, orientação da realidade, atenção e concentração, capacidade para resolução de problemas, habilidades, orientação espacial, nível cognitivo, motricidade, orientação temporal, problemas emocionais, liderança, passividade, hiperatividade, e outros. Resumindo, o trabalho psicopedagógico vai agradar a criança/paciente, por ser lúdico e, ao mesmo tempo, vai fazer com que sonsiga "curar" ou atenuar suas dificuldades de aprendizagem, tornando-as menos ameaçadoras. O número de sessões semanais e o tempo do processo corretor vai variar de acordo com a gravidade de cada caso, podendo levar de 2 a 3 meses a vários anos. Os pais ou responsáveis pelo paciente/criança têm participação ativa neste processo, que na maioria dos casos requer muita compreensão e participação para se fazer o que o psicopedagogo e o fonoaudiólogo orientar para que o sucesso terapêutico desse trabalho possa ocorrer.
Para Piaget, a inteligência é um longo caminho de construção, sendo que desde o nascimento a criança interage, de acordo com as suas possibilidades maturacionais, ativamente com o meio físico e social. Ao interagir com o mundo que a cerca, a criança, necessariamente, vai incorporando e apropriando a realidade, e aprende, gradativamente, através dessa interação, a pensar e a lidar com os desafios que lhe são postos. A linguagem, a formação de conceitos, a socialização, no percurso do desenvolvimento, sofrem grandes e profundas tranformações. Ao abordar estes elementos, que são constituídos na formação cognitiva, Piaget destaca a influência dos jogos e brincadeiras na articulação dos mecanismos mentais da criança. Nesta perspectiva, os jogos não somente expressam o desenvolvimento cognitivo, mas atuam como agentes de tranformação, mudança e incorporação dos conceitos da linguagem e da socialização.

O jogo é uma atividade criativa e curativa, pois permite à criança (re)viver ativamente as situações dolorosas que viveu passivamente, modificando os enlaces dolorosos e ensaiando, na brincadeira, as suas expectativas da realidade (Freud, vol.XX). O efeito terapêutico do jogo está implícito nas observações e pontuações (comentários) do psicopedagogo, agindo no mundo psíquico da criança.

Fonte: Por que meu filho não aprende? (Editora Eko)
Obs: Ótima leitura para pais e professores!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

Método das Boquinhas - Renata Jardini

Loading...

Educação Especial

Loading...

Disfagia

Loading...

Fonoaudiologia Estética

Loading...

Consciência Fonológica em crianças de 3 anos pelo Método das Boquinhas

Loading...

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”